Imprensa Brasileira – O Dólar no Brasil durante a pandemia

Imprensa Brasileira – O Dólar no Brasil durante a pandemia

A imprensa brasileira todos os dias divulga notícias sobre a movimentação do Dólar, até porque essa variação cambial traz efeitos na nossa economia doméstica, importações e exportações. Mas como será que foi o comportamento das notícias sobre o Dólar durante a pandemia? 

Pegamos a data de 01/03/2020 como o nosso ponto de partida e nos ajudar a ver o andamento das notícias durante esse período. Desde do dia 01/03 até o momento em que este artigo fora escrito, o banco de dados do Klipbox registra 590 notícias com o termo composto “Dólar hoje”.

O termo “Dólar hoje” é muito comum em publicações que referem a cotação do Dólar no dia, evitando assim também vários falsos positivos(notícias que contenham a palavra-chave desejada, mas não sobre o assunto desejado) ao invés de usar somente o termo “Dólar” e ter notícias de N vertentes e assuntos variados que citam o termo “Dólar”.

O Klipbox tem um sofisticado sistema de busca que permite fazer várias combinações de palavras-chave a fim de se obter os resultados com as notícias de maior precisão

Comparando o volume de notícias do mesmo período no anterior(2019), temos um resultado inferior, sendo o total de notícias de 309. O que poderia ter levado essa diferença se publicações diárias sobre o Dólar não seriam afetadas por uma crise já que ocorrem diariamente independente de subida/queda ou qualquer evento externo? Algumas hipóteses podem ser levantadas, como por exemplo, veículos que não divulgavam este tipo de notícia passaram a fazer por conta da pandemia ou porque constantemente estamos aumentando nossa base de fontes que hoje já passa de 60k fontes de notícias.

Para podermos trazer mais um pouco de luz a essa questão, se compararmos os números de 2019 com 2020 relacionados ao período de janeiro(1) até junho(17), temos 375 notícias(2019) em comparação com as 778 em 2020. Se fossemos somente usar o termo “Dólar” teríamos 118.738 notícias somente entre 01/01/2020 e 17/06/2020, isso é uma prova que fazer bom uso de um avançado sistema de busca salva um tempo importante na busca por notícias e execução do clipping, muito melhor que usar o Google Alerta, por exemplo.

No início de janeiro o valor do Dólar flutuava muito pela tensão entre Estados Unidos e Irã após uma operação militar que culminou com a morte de um dos líderes do exército Iraniano. A época a moeda já estava avançada em 0,55% com um valor de R$ 4,0865 na venda e pensar em um valor do Dólar abaixo de R$4,10 já era uma fantasia segundo esta matéria da Forbes.

No meio de janeiro o avanço do preço já havia progredido mais um pouco, como esta manchete aponta “Dólar sobe para R$ 4,14 e fecha no maior valor desde 10 de dezembro”.

NOTÍCIA - O dólar teve dia de forte alta no Brasil, destoando do otimismo visto na Bolsa e do comportamento de outras moedas de países emergentes e exportadores de commodities, algumas até fechando em queda ante a divisa dos Estados Unidos. Especialistas do mercado de câmbio não viram um gatilho claro para o movimento desta segunda-feira, 13.... notícia completa

Logo após o Carnaval, no ínicio do mês de Março o cenário era de nova alta, chegando a maior cotação para fevereiro em 5 anos.

Com forte volume, dólar bate novo recorde e tem maior alta para fevereiro em 5 anos

“O dólar bateu novo recorde histórico nominal de fechamento nesta sexta-feira e chegou a superar 4,51 reais na máxima, mas terminou o dia mais perto das mínimas, acompanhando a melhora de sinal em Nova York e no Ibovespa após o chairman do Federal Reserve dizer que o banco central dos Estados Unidos está pronto para proteger a economia dos EUA...” Link para notícia completa

Para o fim de Março, já com o cenário de epidemia no país, o Dólar acumulava uma alta de 16% no mês e com investidores ainda avaliando o impacto dos esforços contra o fechamento das cadeias de suprimentos, a moeda fechou o período em R$5,1960.

Em abril, os primeiros dias trouxeram pela primeira vez em duas semanas um valor abaixo dos R$5,15(link para notícia completa). Essa ligeira queda(mas ainda com valores superiores ao início do ano) não perpetuou e a moeda voltou a subir, mesmo com ajustes, que segundo esta reportagem do Terra a expectativa era de alinhamento entre a valorização da moeda no exterior e no Brasil. O mês terminou com alta de 4,6% chegando ao quarto mês seguido de alta.

Maio se iniciou com uma subida de 2,44% e um novo recorde, cotado a R$5,834. “Após o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, reduzir a taxa básica de juros (Selic) de 3,75% para 3% ao ano, ontem, o mercado resolveu apostar em nova alta do dólar e a moeda norte-americana sinaliza que poderia chegar a R$ 6 nos próximos dias, em mais um teste para ver se o BC voltaria ou não a vender reservas internacionais.”(link para notícia completa).

Tensões entre China e EUA, especialmente após falas do presidente americano, colocam mais um tempero no mercado mexendo tanto com as expectativas sobre as bolsas no mundo, bem como o preço do Dólar e chegamos em Junho com a primeira sessão em alta de 0,82%(link para notícia completa) e abaixo temos uma notícia recente(17)( sobre a moeda:

Dólar recua contra real após ganhos recentes, mas segue acima de R$5,20

“O dólar operava em queda contra o real logo após a abertura desta quarta-feira, devolvendo apenas parte dos ganhos das últimas sessões e permanecendo acima dos 5,20 reais em dia de atenções divididas entre as esperanças de uma retomada econômica global e temores sobre uma segunda onda global de coronavírus. Às 9:07, o dólar recuava 0,36%, a 5,2137 reais na venda, enquanto o dólar futuro tinha queda de 0,51%, a 5,2215 reais. Na véspera, o dólar fechou em alta de 1,76%, a 5,2324....” (link para notícia completa)

Aqui um gráfico sobre a flutuação do Dólar este ano

Para quem quiser saber um pouco porque o Dólar flutura diariamente no Brasil, pode dar uma conferida neste artigo resumindo o assunto.

Somente no Klipbox você monitora todas as notícias mais relevantes, das melhores fontes e com o menor esforço possível.

Leave A Comment